17 de nov de 2017

Audiência Pública: Mulheres com Deficiência e Violência: Acolhimento e Garantia de Direitos Humanos.

Descrição no fim do post. 

Audiência Pública: Mulheres com Deficiência e Violência: Acolhimento e Garantia de Direitos Humanos.
A audiência, proposta pelo Grupo Inclusivass em conjunto com o Deputado Jeferson Fernandes e Comissão de Cidadania e Direitos Humanos AL RS, busca respostas à ausência de políticas públicas de enfrentamento a violência que rompam com a vulnerabilização imposta às mulheres com deficiência. 

Existimos e resistimos!!! #PeloFimDoMachismo #PeloFimDoCapacitismo

A atividade integra a programação dos 16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra as Mulheres.

Mulheres com Deficiência:
De acordo com o Censo Demográfico 2010, as mulheres com deficiência somam 25.800.681 de pessoas. Ou seja, representam 13,53% da população total do país. Segundo esses dados, enquanto na população total brasileira há 100 mulheres para cada 96 homens, no segmento da pessoa com deficiência, para cada 100 mulheres existem 76,7 homens (IBGE, 2010).
A Convenção da ONU sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência, que foi ratificada com equivalência de emenda constitucional em 2008, reconhece em seu artigo VI que mulheres e meninas com deficiência estão sujeitas a múltiplas formas de discriminação. Segundo relatórios internacionais – no Brasil não há nenhuma estatística sobre violência contra esse segmento de mulheres – as mulheres com deficiência são vitimadas pela violência de gênero 3 vezes mais do que mulheres sem deficiência.
Mesmo com o número expressivo, ainda não possuimos políticas concretas que criem mecanismos de proteção, encorajamento à denuncia, acesso universal às informações e acesso aos serviços para o rompimento deste ciclo de violência.

Sobre o Grupo Inclusivass:
Neste cenário de invisibilidade, em 2014, após um seminário voltado às políticas públicas para mulheres com deficiência e a constatação da INEXISTÊNCIA de políticas públicas específicas, o Grupo Inclusivass foi criado.
As Inclusivass buscam a fomentação e disseminação do debate sobre as condições de igualdade às mulheres com deficiência no Estado do Rio Grande do Sul e Brasil.

Apoio:
Coletivo Feminino Plural
Comdim Poa
Conselho Estadual Dos Direitos da Pcd
Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Porto Alegre
Fórum de Mulheres de Porto Alegre


#PraTodoMundoVer Descrição do convite:
Sobre fundo branco faixas azul, rosa e branco se intercalam com o texto:
Assembléia das gaúchas e dos gaúchos - A CASA DOS GRANDES DEBATES (2015 - 2019).
Audiência Pública, Comissão de Cidadania e Direitos Humanos.

"MULHERES COM DEFICIÊNCIA E VIOLÊNCIA: ACOLHIMENTO E GARANTIA DE DIREITOS HUMANOS".

Proponentes: Deputado Jeferson Fernandes e Grupo Inclusivass.

Dia 29 de novembro de 2017, quinta-feira às 10 horas.

Sala Adão Pretto no Térreo da Assembleia Legislativa. Praça Marechal Deodoro, 101, Centro Histórico de Porto alegre.

Na parte inferior do convite o logo dos organizadores e apoiadores: Assembleia Legislativa, Comissão de Cidadania e Direitos Humanos, Grupo Inclusivass, Coletivo Feminino Plural, COEPEDE - Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, COMDEPA - Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Porto Alegre, Fórum de Mulheres e Conselho Municipal dos Direitos da Mulher. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu recado. Obrigado por participar pois sua opinião é importante para eu continuar meu trabalho.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...